CEDECARJ

A previsão é de serem cortados recursos na Saúde R$ (35,43 milhões), Saneamento (R$ 39,63 milhões), Assistência Social (R$ 12,52 milhões), Desporto e Lazer (R$ 2,29 milhões) e Cultura (R$ 2,89 milhões). Destacamos que a Atenção Básica – Saúde sofrerá a perda de – R$ 141,36 milhões. Sofrerão perdas – menos significativas – também a Vigilância Sanitária e a Vigilância Epidemiológica, respectivamente R$ 3,22 milhões e R$ 4,23 milhões. (Fonte: FPORJ)

CLIQUE AQUI para ver o arquivo na íntegra

 

Por iniciativa da Deputada Estadual TIA JU a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, instituiu nos termos da Resolução nº 709/2018 o Diploma Tiana Sento-Sé, destinado a agraciar, anualmente, pessoas físicas ou jurídicas que reconhecidamente tenham prestado relevante em defesa de crianças e adolescente no âmbito do estado do Rio de Janeiro.
No dia 18 de dezembro, terça-feira, o Diploma de Reconhecimento foi concedido ao Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente – CEDECA RIO DE JANEIRO.
A diretoria, equipe e associados do CEDECA Rio de Janeiro parabenizam e agradecem a relevante iniciativa da Deputada Tia Ju, nos sentimos honrados pelo reconhecimento do nosso trabalho e que a homenagem receba o nome da nossa querida companheira TIANA SENTO-SÉ, que dedicou sua vida a defesa e promoção de direitos humanos de crianças e adolescentes.
Ofertamos essa homenagem a todas as crianças, adolescentes, famílias e grupos que compartilharam suas vivencias e saberes conosco ao longo dos 10 anos de existência do CEDECA RJ, agradecemos de forma especial aos parceiros e apoiadores: MISEREOR, Família Mendes, KIYO e Sint Martinus.
Neste tempos conturbados e de graves retrocessos, expressões de solidariedade são fundamentais e nos dão ânimo e coragem para reafirmarmos o nosso compromisso pela defesa e promoção dos direitos humanos e de fortalecimento da democracia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Segunda-feira, dia 10 de dezembro, foi publicada uma entrevista do Jornal do Brasil com Márcia Gatto, coordenadora da Rede Rio Criança, presidente do CEDCA-RJ (Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescentes) e associada do CEDECA-RJ. Nessa entrevista, Márcia fala de sua tese de doutorado sobre as semelhanças das práticas de repressão de nazistas do Terceiro Reich com o cenário atual no Rio de Janeiro e no Brasil.

Para ler a entrevista na íntegra CLIQUE AQUI.

A Equipe do CEDECA RIO DE JANEIRO comprometida com a luta e promoção dos direitos humanos de crianças e adolescentes, esteve presente na celebração do Dia Internacional dos Direitos Humanos promovido pelo do mandato do Deputado Marcelo Freixo, da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, concedendo a Medalha Tiradentes para o nosso companheiro Sidney Teles, membro da Comissão de Direitos Humanos e associado do CEDECA RJ  e o Diploma Post-Mortem à Marielle Franco, a comenda foi entregue à família de Marielle. Uma belíssima homenagem aos nossos queridos amigos que, por 10 anos, trabalharam juntos na Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.

O CEDECA-RJ agradece o João Batista por ceder a ilustração usada nas camisas.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para visualizar o Resultado Final do Edital n°007/2018 CLIQUE AQUI

Para visualizar o Edital n°007/2018 na íntegra CLIQUE AQUI

Hoje, 07 de dezembro, recebemos a visita do cônsul geral da Bélgica do Rio de Janeiro onde pudemos apresentar mais sobre o nosso trabalho e ações, já que o CEDECARJ é apoiado pelo KIYO, uma ONG belga que nos apoia desde a  nossa fundação.

Hoje, 03 de dezembro, é divulgada a lista de selecionados do Edital nº007/2018.
CLIQUE AQUI para ver o documento na íntegra.

No dia 30 de novembro, sexta-feira, o CEDECARJ representado por seu coordenador Pedro Pereira participou da “Mesa de Diálogos entre o Observatório de Direitos Humanos da Intervenção Federal na Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro – ObservaRIO”.
Na ocasião foram apresentados dados do Instituto de Segurança Pública sobre o aumento dos casos letalidade violenta de crianças e adolescentes em operações policiais e dos transtornos pós-traumáticos que afetam o desenvolvimento e potencial de aprendizado de alunos ocasionados por tiroteios próximo a escolas.

No dia 28 de novembro, quarta-feira, o CEDECARJ representado por seu coordenador Pedro Pereira e Luiz Mário Behnken do Fórum Popular do Orçamento (FPORJ) e associado do CEDECARJ participaram de reunião promovida pelo UNICEF e MP/RJ para trocar experiências sobre monitoramento do orçamento público voltado para crianças e adolescentes.

A reunião contou com a participação do Sr. Thomas George, oficial do UNICEF de Nova Yorque, Luciana Phebo, responsável pelo escritório e equipe do UNICEF no Rio de Janeiro e Oficiais do UNICEF do Escritório de Brasília, pelo MP/RJ participaram a Procuradora de Justiça Marcia Maria Tamburini Porto e o técnico Leonardo de Souza da Conceição, do Laboratório de Análise de Orçamentos e de Políticas Públicas e Dra. Eliane de Lima Pereira da Assessoria de Direitos Humanos e de Minorias do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.