CEDECA

O CEDECA – RIO DE JANEIRO em parceria com o Fórum Popular do Orçamento e o Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IE/UFRJ) tem o prazer de convidá-los para o evento “O Instituto de Economia Olha o Orçamento”.

Dia: 14/12/2017 (quinta-feira)
Horário: 9 às 13h
Local: Auditório Pedro Calmon
Endereço: Instituto de Economia da UFRJ
Av. Pasteur, 250, Palácio Universitário
Campus da Praia Vermelha, Urca, RJ.

Confira o convite com a programação completa aqui.

O coordenador executivo do CEDECA RJ e Conselheiro da ABTH – Pedro Pereira mediou a mesa “Antecipação do vínculo adotivo ou verificação completa da situação da Família de Origem?” com a participação da Dra. Berenice Maria Giannella – Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério dos Direitos Humanos e do Dr. Murillo José Digiácomo – Procurador de Justiça do Ministério Público do Paraná.

A mesa de debates faz parte do Grande Encontro Nacional “UMA FAMÍLIA PARA UMA CRIANÇA – DIÁLOGO SOCIOJURÍDICO” promovido pela Associação Brasileira Terra dos Homens – ABTH.

Organizações de Defesa de Direitos Humanos reuniram-se no dia 17 de novembro de 2017 na sede da OAB/RJ com James Cavallaro, Relator de Direitos Humanos da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (CIDH/OEA).

A reunião organizada pela Justiça Global tem como objetivo colher informes sobre a situação dos direitos humanos dos adolescentes em conflito com a lei nas unidades do sistema socioeducativo e a sua adequação ao SINASE (Sistema Nacional Socioeducativo).

Na ocasião o CEDECA RJ entregou ao Relator da OEA um dossiê sobre a situação do sistema socioeducativo no Rio de Janeiro.

 

A EMERJ (Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro) realizará no dia 28 de novembro o Fórum Intersetorial de Atendimento SocioEducativo do Rio de Janeiro. Esse evento contará com a presença do Coordenador Executivo do CEDECA RJ, Pedro Pereira. A participação dele poderá ser conferida no dia no tema “As Possibilidades de Execução no Meio Aberto” às 16h.

O evento ocorrerá no dia 28, terça-feira, das 13:30 às 18h no Auditório Des. Paulo Roberto Leite Ventura da Escola de Magistratura localizada na Rua Dom Manuel 25, 1º andar, Centro – Rio de Janeiro. As inscrições são exclusivamente realizadas pelo site da EMERJ no link aqui. Confira a programação completa aqui e também pela aba de eventos do site da EMERJ aqui. Mais informações pelo telefone: 3133-3369.

Pedro Pereira, coordenador executivo do CEDECA RJ foi convidado a falar sobre Justiça Restaurativa na matéria de Larissa Pereira, no site do Projeto Colabora: “Justiça Restaurativa: uma solução para a superlotação das cadeias?” . O texto conta sobre como a Justiça Restaurativa tem sido regida no Brasil com destaque ao Rio de Janeiro onde o CEDECA RJ organizou um curso de formação.

Pedro, entre outros detalhes, também conta no texto sobre algumas dificuldades “A grande dificuldade foi as instituições entenderem bem o que era a justiça restaurativa e fazerem o encaminhamento. Outra dificuldade é contatar os familiares ou a pessoa que o adolescente indica para acompanhá-lo nos círculos. Dos 44 casos, em apenas 21 deles foi possível contatar as pessoas indicadas pelo adolescente. Em seguida, há a dificuldade de entrar em contato com a vítima para ir além da fase de pré-círculo, o que só foi possível em quatro casos”. 

Confira a matéria publicada na íntegra aqui.

Nos dias 23 e 24 de novembro acontecerá uma série de palestras que promoverão o diálogo entre todas as esferas de Proteção e Defesa de Direitos de Crianças e Adolescentes para garantir o caráter democrático e a efetivação das leis e normativas sobre a Reintegração Familiar e Comunitária ou Adoção de crianças e adolescentes.

O evento terá a participação de Pedro Pereira, da Coordenação Executiva do CEDECA RJ, convidado para o tema “Antecipação do vínculo adotivo ou verificação completa da situação da Família de Origem?”, veja mais detalhes de sua participação aqui.

Uma iniciativa da Terra dos Homens em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e Novotel RJ Porto Atlântico, com apoio institucional do Instituto Brasileiro de Direito da Criança e do Adolescente (IBDCRIA-ABMP) e o Movimento nacional Pro-Convivência Familiar e Comunitária.

O evento acontecerá de 23 a 24 de Novembro das 9h às 18h no Novotel Rio de Janeiro Porto Atlântico (Av. Prof. Pereira Reis, 49 | Santo Cristo, Rio de Janeiro/RJ). A programação completa pode ser encontrada aqui.

A Coordenação Executiva do CEDECA Rio de Janeiro e a Coordenação Geral e Técnica do Programa de Proteção a Crianças e Adolescente Ameaçados de Morte – PPCAAM – RJ participaram hoje (30/10/2017) do Diálogo Intersetorial para Prevenção de Homicídios de Adolescentes no Rio de Janeiro. O encontro organizado pelas Comissões de Direitos Humanos, Criança e Adolescente e Segurança Pública da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro – ALERJ e  pelo Fundo das das Nações Unidas para a Infância – UNICEF teve como objetivos a articulação de atores estratégicos para elaborar um plano estadual de prevenção e enfrentamento de homicídios de adolescentes no Rio de Janeiro.

A reunião teve a participação do Deputado Estadual do Estado do Ceará – RENATO ROSENO, que apresentou a experiência do Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência, da qual o Deputado é relator.

Conheça a experiência e baixe o material produzido pelo Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência –  clique aqui

comite cearense

 

 

Nossa gratidão a Dra. Lúcia Glioche por sua presença e valiosas contribuições no Curso de Implementação do SINASE no Meio Aberto e as Práticas Restaurativas, parceria do Cedeca RJ com a 1ªCASDH, e com CAS, CREAS e CRAS da região central da Cidade do Rio de Janeiro – Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos. A Dra Lúcia Glioche é juíza titular da Vara de Execuções de Medidas Socioeducativas da Comarca da Capital e esteve presente hoje, terça-feira (24/10), no curso.

O Estatuto da Criança e do Adolescente completa 27 anos em 2017 e a FURNAS, em parceria com o Centro de Defesa aos Direitos da Criança e Adolescente (CEDECA RJ), realizou nessa quinta-feira passada (19/10) a oficina “As Atualizações do ECA: um enfoque contra a criança e adolescente”. Em Belford Roxo, Baixada Fluminense, a oficina reuniu cerca de 100 participantes entre profissionais que atuam em áreas sociais e entidades voltadas às crianças e adolescentes.

Contou com o apoio do professor Carlos Santana da Abreu, do Ubirajara, do prefeito Wagner Carneiro, a participação da secretária municipal de Assistência Social e Cidadania (SEMASC), primeira-dama, Daniela Carneiro, e também contou com a presença dos palestrantes Claudia Tenório de FURNAS e Pedro Pereira e a Vera Souza do CEDECA RJ.

 

Veja aqui a notícia no site da FURNAS e veja aqui notícia sobre o evento, publicada em veículo de Belford Roxo.

O CEDECA Rio de Janeiro com apoio de MISEREOR e KIYO e em parceria com a 1ª Coordenadoria de Assistência Social e Direitos Humanos (1ª CASDH) da Secretaria Municipal de Assistência Social da Cidade do Rio de Janeiro – SMASDH, deu início no dia 10/10/2017 a segunda fase na execução do Projeto “Implementação da Justiça Restaurativa no Rio de Janeiro” com a formação em Educação para a Paz e Justiça Restaurativa com equipe técnica e coordenação do CAS, CREAS e CRAS da região central da Cidade do Rio de Janeiro. Com carga horária de 32 horas, distribuídas em três dias, os encontros teóricos/práticos têm como objetivo geral a Sensibilização sobre Justiça Restaurativa para 25 (vinte e cinco) profissionais da 1ª CASDH, no âmbito do projeto “Implementação da Justiça Restaurativa no Rio de Janeiro”. E como objetivos específicos – 1. Atualização sobre as normativas referentes à Criança e do Adolescente 2. Sensibilização para os profissionais sobre práticas restaurativas 3. Derivação de adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto para a Justiça Restaurativa.